A Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI) anunciou os 13 municípios aprovados no Edital 01/2013, que abriu as inscrições para projetos de infraestrutura básica nas áreas industriais municipais. O valor total a ser repassado pelo Governo do Estado é de R$ 9,045 milhões, com contrapartida de R$ 3,2 milhões das prefeituras. O investimento total será de R$ 12,3 milhões.

O projeto de maior valor é o de Restinga Sêca, com R$ 1,4 milhão. Os demais selecionados, que abrangem 12 Coredes, são: Erechim (R$ 1,3 milhão), Capivari do Sul (R$ 990,6 mil), Camaquã (R$ 1,1 milhão), Harmonia (943,4 mil), Não-Me-Toque (R$ 795,6 mil), Lajeado (R$ 501,5 mil), Tapejara (R$ 374,6 mil), Ernestina (R$ 465,7 mil), Condor (R$ 936,6 mil), Panambi (R$ 962,4 mil), Venâncio Aires (R$ 1,03 milhão) e Três de Maio (R$ 1,3 milhão). 

O resultado anunciado ainda não é definitivo, pois os projetos ainda precisam passar por um processo de avaliação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), responsável pela liberação dos recursos, repassados a fundo perdido.

Com valor total de R$ 11 milhões, com verbas do Programa de Apoio à Retomada do Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (Proredes) e BNDES, o edital trata do apoio a projetos executivos de engenharia entre R$ 200 mil e R$ 1 milhão para terraplenagem, drenagem, pavimentação das vias internas, rede de água e de esgoto e rede de energia elétrica. 

A contrapartida das prefeituras fica entre 20% e 40%, conforme o índice de desenvolvimento no cálculo do Programa de Harmonização do Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Sul – Indicadores de Desenvolvimento Socioeconômico (Integrar/Idese).

“Uma infraestrutura de qualidade é o ponto de partida para a atração de novas indústrias, e é fundamental criarmos um ambiente propício às empresas para desenvolver os municípios e o Estado”, afirmou o titular da SDPI, secretário Mauro Knijnik. 

Fonte: Sec. de Desenv. e Promoção do Investimento (SDPI)/Governo do Estado do RS