Google-Plus-Logo
Para uma grande massa de internautas, o Google Plus ainda é uma rede social desconhecida, mas seus atuais números já vêm mostrando que ela vem ganhando seu espaço perante os concorrentes.
O Google + (plus), a rede social do Google, aumentou em 33% a base de usuários ativos nos últimos meses ultrapassando a marca de 359 milhões de usuários, segundo estudo Global Web Index. A quantidade lhe garante o segundo lugar entre as plataformas, atrás apenas do Facebook.
De acordo a consultoria Nielsen, em pesquisa para o site Mashable, em março de 2013, usuários passaram 6 minutos e 47 segundos no Google+. Um aumento de 3,3 minutos em relação ao mesmo período do ano passado.
Já no Facebook, a dimensão deste número é outra: 6 horas e 44 minutos. O problema é a rede está observando a uma queda no engajamento dos seus usuários. Em igual período de 2012, a média do Facebook era de 7 horas e 9 minutos por pessoa.
É preciso reconhecer que, quando comparados aos números da maior rede social do planeta, os dados do Google+ são modestos. Ainda sim, mostram que a atividade dentro do site segue aumentando em certo ritmo.
Ainda de acordo a pesquisa da Nielsen, os apps para Android e iPhone do Google+ receberam 20 milhões de usuários únicos em março passado. Um crescimento expressivo de 238% em relação a 2012. No desktop, tal número aumentou em 68% contra 28 milhões registrados no ano anterior. 
Este crescimento pode ser justificado pelas diversas iniciativas que o Google vem tomando de forma expressiva, de fazer com que os usuários integrem suas contas a um perfil da rede social
unnamed

Os usuários já começaram o processo migratório

Mas talvez o que melhor justifique o seu crescimento seja uma nova mudança de comportamento dos usuários. Já vimos isso ocorrer quando os usuários migraram suas contas do Orkut para o Facebook, e parece que este processo vem se repetindo.

A última mudança de layout, antecipando-se a seu concorrente, é a inclusão de ferramentas como comunidades, que passaram a tornar o Google Plus mais atrativo para usuários que procuram conteúdos mais específicos e de qualidade, além de um layout mais limpo e de fácil manuseio de celulares a computadores.

 

Nossa avaliação
Verifica-se também que a rede social vêm se demonstrando mais “clean” em relação as outras pois o conteúdo compartilhado entre os usuários, demonstra-se mais informativo e instrutivo, pois não há aplicativos de jogos, propagandas e/ou semelhantes.

 

Para fazer parte do Google + basta ter uma conta no gmail.

 

Confira a página do Manka no google + e tire suas conclusões. 

 

Fonte: Agência Digital/ Revista EXAME/Olhar Digital/ Manka News