O Ministério da Educação (MEC) liberou, na tarde da última segunda-feira (25.11), a nota por escola com base no Enem de 2012. Os resultados são obtidos a partir do desempenho dos estudantes do terceiro ano do ensino médio de escolas públicas e particulares. Não foram consideradas escolas com menos de 10 alunos participantes do Enem. 

Em Cruz Alta, dos 483 alunos concluintes do ensino médio matriculados das Escolas Hildebrando Westphalen, Belarmino Cortes, Santíssima Trindade, Venâncio Aires, Margarida Pardelhas e Annes Dias, 294 realizaram a prova, o que corresponde a 60,9% de participação. As notas de cada instituição de ensino são calculadas conforme o resultado das provas dos estudantes.

enem 2012 ok

*Observa-se que o Colégio Santíssima Trindade obteve maior participação e as melhores médias no exame.

**O Instituto Estadual Annes Dias obteve o maior número de participantes.

As notas de cada instituição de ensino são calculadas conforme o resultado das provas dos estudantes. Ainda na tarde desta segunda-feira, o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou, em coletiva de imprensa, um pacto nacional pela valorização do Ensino Médio que prevê uma bolsa de R$ 200 para professores que fizerem cursos de qualificação. O Enem 2012 teve a participação de 4 milhões de candidatos.

Esta divulgação de todas as notas dos participantes e escolas no Enem 2012 dá base para uma análise do contexto do ensino médio brasileiro. Este é um dos objetivos do exame. Na plataforma on-line do Inep, estudantes, gestores e professores de todas as escolas que participaram efetivamente do Enem 2012 podem pesquisar seus resultados e compará-los às médias gerais do País.

Os melhores estudantes das escolas públicas tivera maiores notas em linguagens e códigos – português e língua estrangeira -, com 593,74 pontos, ciências da natureza (576,76), e redação (616,6). Na comparação entre as redes, as escolas federais tiveram os melhores resultados em todas as áreas, chegando a 625,24 em matemática e 613,07 em redação.

 Os piores resultados são da rede estadual, que concentra a maioria dos concluintes. Ainda assim, as médias subiram em três das cinco áreas, na comparação com 2012. Caíram linguagens e códigos, de 527 pontos para 513, e redação, de 507 para 491,41. A rede federal teve queda das notas em quatro áreas: linguagens, matemática, redação e ciências da natureza. Nas escolas particulares, as médias foram inferiores a 2011 também em linguagens, redação e matemática, o mesmo que nas redes municipais.

As notas do Enem 2013, porém, serão disponibilizadas para cada participante na primeira semana de janeiro, segundo o MEC. 

A nota do Enem é usada no Sistema de Seleção Unificada, que seleciona os candidatos para as vagas ofertadas pelas instituições públicas de ensino superior. A nota é referência para os estudantes que concorrem a bolsas em instituições particulares pelo Programa Universidade para Todos. Além de ser pré-requisito para o Programa de Financiamento Estudantil, a nota do Enem também serve para o intercâmbio acadêmico Ciência sem Fronteiras e para a obtenção do diploma de ensino médio.

Fonte: Ministério da Educação – MEC