1

A proteção dos animais foi discutida com a sociedade na ultima segunda- feira (25.11), na Câmara de Vereadores de Cruz Alta numa Audiência Pública sobre o Bem Estar Animal. O evento foi promovido pelo vereador Rafael Braga e contou com a presença do vereador de Santa Maria Manoel Badke, que apresentou o modelo da lei que protege os animais em sua cidade.

A audiência contou ainda com a presença do vereador Paulo Macagnan e do Secretário de Desenvolvimento Rural Airton Becker, que convidou o palestrante a vir a Cruz Alta e possibilitou a discussão entre profissionais, acadêmicos de medicina veterinária e amantes da causa animal. Na oportunidade o palestrante apresentou os três pontos principais da lei santa-mariense que prevê a obrigatoriedade de implantar um micro chip nos animais domésticos na zona urbana. Neste chip estará presente informações do animal do proprietário, em caso de sumiço ou acidentes ficaria mais fácil de localizar o responsável.

Ainda está previsto a criação do Conselho Municipal de Proteção Animal e a Central de Bem Estar Animal que deverá centralizar e registrar informações referentes aos animais de estimação do município. “Temos que começar a trabalhar o tema bem estar dos animais com as crianças e jovens para que eles entendam a preocupação que se deve ter com animais” destaca Manoel. Uma realidade enfrentada em todas cidades é que muitas pessoas acabam comprando ou adotando filhotes de cães e depois que eles crescem ou ficam doentes acabam por descarta-los nas ruas. “Essa época do ano é quando ocorre a maior incidência de abandono de animais no Rio Grande do Sul, quando as pessoas largam seus animais nas estradas em direção ao litoral” salienta o vereador de Santa Maria.

O vereador Rafael Braga confirmou que vai elaborar uma lei nos moldes da que foi apresentada na audiência para que seja possível garantir a segurança e o bem estar dos animais de nossa cidade. “Esta foi a terceira audiência pública com este tema que realizamos neste ano e agora vamos compilar todas informações para elaborar uma lei que defenda aqueles que não podem se defender sozinhos” destaca Rafael.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Cerimonial – Prefeitura Municipal de Cruz Alta