kissMorreu na noite de quinta-feira (27) a mãe de duas meninas que estavam na boate Kiss na noite do dia 27 de janeiro, quando um incêndio matou 242 pessoas em Santa Maria. Ela estava internada no Hospital Universitário no município da Região Central do Rio Grande do Sul, com câncer, segundo Adherbal Ferreira, presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia em Santa Maria (AVTSM).
A mulher morreu dois dias depois que a filha Ritchieli Pedroso Lucas recebeu alta no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, onde estava internada há cinco meses. A outra filha, Drieli, morreu dias após a tragédia, no Hospital Mãe de Deus.
O velório está sendo realizado nesta sexta-feira (5) na capela 1 do Hospital de Caridade Astrogildo de Azevedo, em Santa Maria.
No dia 12 de junho, ainda quando estava internada no Hospital Mãe de Deus, a menina Ritchieli Pedroso Lucas recebeu a visita do jogador Leandro Damião, do Inter.
Fonte: G1